Faça sua doação

Por: R$ 10,00

Preço a vista: R$ 10,00

Doar
Entenda como sua ajuda é importante


Qual é o problema do uso de agrotóxicos


O Brasil é um dos maiores consumidores de agrotóxicos do mundo. Esses venenos são utilizados massivamente e causam profundos impactos negativos na saúde da população, no meio ambiente e, a longo prazo, pode prejudicar inclusive a produção de alimentos.


Os agrotóxicos contaminam o solo, poluem as águas e provocam diversos males à saúde dos produtores e consumidores de alimentos. Entre os problemas graves relacionados à exposição aos agrotóxicos estão doenças como câncer e Mal de Parkinson.


Como se tudo isso não bastasse, a situação ainda piorou. O ano de 2019 criou um capítulo venenoso na história do Brasil como o ano com o maior número de agrotóxicos liberados no país, ultrapassando a marca de 400 venenos aprovados. Além disso, existe um Projeto de Lei em tramitação no Congresso Nacional, conhecido como Pacote do Veneno, que quer facilitar ainda mais o uso e liberação de agrotóxicos no país. Precisamos da sua ajuda para impedir que o Brasil se afunde em veneno!



Ver mais






Mas o que eu tenho a ver com o uso de agrotóxicos?


Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), os agrotóxicos causam 200 mil mortes por intoxicação por ano. Seu uso destrói recursos naturais, afeta a nossa saúde e promove um modelo de produção que é injusto e dependente químico.


Precisamos investir na construção de um futuro mais seguro, tanto para as pessoas quanto para o meio ambiente. Para isso, precisamos de um modelo de produção que seja justo e saudável para quem produz e para quem consome. Também precisamos que o acesso à alimentação saudável seja de fato um direito de todos e não um privilégio de poucos.


Para isso, precisamos defender um rumo menos venenoso para o país. Não podemos seguir com esse número acentuado de liberações e nem aceitar medidas que colocam sob risco a nossa saúde e a integridade do meio ambiente. Um novo caminho é possível! A Política Nacional de Redução de Agrotóxicos (PNaRA) é um projeto de lei que propõe essa nova realidade, com uma transição gradual e justa para um modelo de agricultura mais saudável para todos. É com a sua ajuda e mais mobilização pública que a PNaRA pode se tornar lei!.



Ver mais






O que o Greenpeace está fazendo para reduzir os agrotóxicos?


Em 2016, realizamos testes toxicológicos em alimentos distribuídos no Ceasa e também em merendas escolares. O diagnóstico comprovou uma triste realidade: estamos comendo veneno todos os dias. Nos alimentos do Ceasa, os resultados foram preocupantes: 60% das amostras testadas continham resíduos de agrotóxicos e 36% apresentaram algum tipo de irregularidade, como o uso de agrotóxicos proibidos no Brasil. Junto ao coletivo Chega de Agrotóxicos, conseguimos reunir mais de 1,7 milhão de assinaturas no abaixo-assinado em apoio à PNaRA.


Quem assina o abaixo-assinado se posiciona à favor da vida e defende a redução gradual de agrotóxicos no país, o contrário do que propõe o Pacote do Veneno, que quer colocar mais agrotóxico em nosso prato. A mobilização tem funcionado: a Política Nacional de Redução de Agrotóxicos (PNaRA, PL nº 6.670/ 2016) foi aprovada em Comissão Especial no fim de 2018. O próximo passo é levá-la para votação no plenário da Câmara, para que vire de fato lei. Vamos continuar pressionando!


Em 2019, a defesa de um rumo com menos veneno para o país fez mais sentido do que nunca. Por medidas do Poder Executivo, tivemos a maior liberação de agrotóxicos na história do país! Ajudamos a traduzir para a sociedade o que tudo isso significa em termos de desrespeito à saúde da população e ao meio ambiente - como o fato de que quase 34% desses produtos contêm agrotóxicos não aprovados na União Europeia.


Seguimos apoiando a democratização do acesso à comida sem veneno por meio da promoção desse diálogo! É importante que a sociedade saiba o que estamos fazendo para alcançarmos um modelo de produção e acesso a alimentos saudáveis como direitos de todos e não privilégio de poucos.



Ver mais






O que o Greenpeace está pedindo ao governo brasileiro?


É possível e necessário reduzir o uso de agrotóxicos no Brasil de forma graduaA solução para acabarmos com esse monte de veneno é a agroecologia, que respeita os processos naturais de um ecossistema, evitando impactos no meio ambiente e na nossa saúde.


Por isso, nos manifestamos contra o Pacote do Veneno (PL nº 6.299/2002) e a liberação recorde de agrotóxicos que vem acontecendo atualmente, e apoiamosa Política Nacional de Redução de Agrotóxicos (PNaRA).



Ver mais






Para onde vão os fundos arrecadados?


Como parte do compromisso assumido com uma gestão pautada pela transparência e boa governança, o Greenpeace, todos os anos, tem suas contas auditadas.


Sua doação será aplicada nesta campanha ou em outra campanha, projeto ou atividade do Greenpeace Brasil, conforme as demandas de recursos da organização.


No Relatório Anual você encontra uma série de campanhas e atividades realizadas para defender o meio ambiente no país. Compartilhamos um resumo das principais atividades do ano anterior, bem como a prestação de contas sobre todos os recursos que recebemos e de que forma investimos.


Ver mais






Por que o Greenpeace precisa da minha doação?


Não aceitamos doações de empresas ou governos. Somos uma organização independente sem fins lucrativos. Precisamos da ajuda de pessoas como você para manter a nossa independência e defender o meio ambiente e o futuro do planeta.


Como doador do Greenpeace, você receberá mensagens periódicas sobre as nossas atividades e um relatório anual com todas as informações sobre nossas campanhas e a alocação de recursos.


te-se a nós agora e faça parte deste movimento!

Ver mais



Assine nossa newsletter para receber novidades sobre as nossas campanhas.